Novas postagens estão vindo, só que meu novo notebook tem teclado inglês, ou seja, sem acentos, e não quero fazer uma postagem ruim para vocês, então, vai demorar um pouquinho, já que vou ter que usar o computador de casa. Mas pelo menos eu estou de volta, hehe. :)

9 de junho de 2014

Olá, novamente.

the fault in our stars | via Tumblr
    Bom, nem sei como começar. Isso tá parecendo primeiro dia de aula em escola nova, não sei o que falar, não sei como agir, enfim... Acho que isso virou algo totalmente desconhecido pra mim. Faz uns meses que eu não entro aqui, por falta de tempo, por falta de criatividade ou até mesmo por dormir demais. E eu gostaria de pedir desculpas pra vocês, ok?
   Não gosto muito de textos de boas-vindas longos, sei que a maioria não vai ler tudo, mas enfim... Necessito voltar a escrever aqui. Mas de um jeito novo. Novos assuntos, novas perspectivas, um novo site. E espero que vocês colaborem comigo nessa nova versão. Nova versão do blog, nova versão de mim.
   O site vai passar por algumas reformas, e quando finalmente estiver pronto, espero que vocês todos venham conferir e colaborar comigo.

Obrigada por lerem,
Amanda.

28 de maio de 2013

A Culpa É Das Estrelas

O livro A Culpa É Das Estrelas está disponível para ser comprado na Saraiva, por 23,90 e também para ser lido online. A faixa-etária (baseada na minha leitura) é de 12 anos, contendo alguns palavrões.
"Eu não consigo te dizer como eu estou agradecido por esse nosso pequeno infinito."
        Nesses dias antes das provas. venho lendo um livro que mexeu com meu consciente. Realmente Hazel Grace e Augustus Waters me deram uma nova definição de amor verdadeiro e que John Green realmente entrou para a minha lista de autores que deveriam ganhar um Oscar, ou até um Nobel. Foi um livro que eu demorei para ler (não queria que ele acabasse assim que Augustus Waters entrou na história, desculpem), mas que compensou o tempo lendo, aproveitei bem cada palavra que Hazel pensou e disse. Um livro de um ponto de vista de uma paciente terminal é bem interessante, podemos saber como quem está passando por aquela situação se sente, ou seja, uma experiência muito boa. Continue lendo para saber mais sobre este livro.

16 de abril de 2013

Lua ♥

 Hey todo mundo *-* tudo bem?
Todo mundo aqui ja parou pelo menos um dia para olhar a lua certo? eu vi ela ontem e escrevi um texto, espero que vocês gostem *-*


 Eu estava passando no corredor e de repente algo me fez olhar para fora. A lua brilhava com jamais tinha visto, ela me fez lembrar do dia em que te conheci, sabe quando daquela primeira vez nós nos olhamos? Ou já nem lembra mais, da mesma forma que esqueceu tudo o resto?
Ela tão distânte, da mesma forma que você se fez.
Tão apaixonante quanto você foi.
Eu poderia passar horas apenas a observando, assim como poderia olhar a você. Quando vi ela, foi como se um filme se fizesse em mim, como se tudo aquilo que você deixou em mim, gritasse para ser relembrado, você me deixa perdida. Suas atitudes me fazer querer seguir em frente, seu sorriso me deixa com medo de estar fazendo a coisa errada.
Assim como ela, você não brilha sozinho, será que ela também não percebe isso da mesma forma que você não?
Eu queria poder dizer que já passou, que você não tem mais efeito sobre mim, mas você tem, e muito! Você me mostrou alguém quem eu mesma desconhecia em mim, me mostrou como sorrir, como passar noites em claro e ainda assim conseguir ficar feliz por isso.
Você já nem deve lembrar de nós, das suas palavras a mim, mas eu lembrarei, e assim quando me perguntarem novamente o que eu tenho com você, eu saberei responder, será dito apenas "LEMBRANÇAS".
A lua amanhã, já não vai ter o mesmo brilho, sentirá falta da sua perfeição, e você, sentirá falta de quem você poderia ter sido?. Acho que não...!


O texto é esse, eu acho que to meio sentimental Só acho  HAHAHAHA`. Espero que tenham gostado, beijinhos ♥ Se der, comentem *o* . ~ Ari~

26 de março de 2013

"Já não aguento mais!"

Oi, oi amores, Tudo bem?.  Estou sumida né? Desculpa  ): 

Vim falar para vocês sobre estar:



Vocês já tiveram uma epoca, que só queriam dormir para que tudo passasse?. Que seu único pedido era que naquela noite, tudo acabasse bem? Comigo já! Eu vim dar uma dicas a vocês, eu espero que gostem ♥

1º Procurar ajuda profissional, quando estamos "emocionalmente esgotados" a primeira coisa a se fazer é procupara alguém que realmente entenda disso. Embora seja a primeira fase, é também uma das mais difícies, assumir que precisa de ajuda, pode ser dolososo.

2º Nesse período não deixe nenhum talvez em meio as suas decisões, se não eles acabam te sobrecarregando ainda mais.

3º  Lembre-se que o sorriso é a melhor forma de curar qualquer perida.

4º Seja qual for o seu problema, crie uma notina organizada, desde seus quarda-roupa até os seus sentimentos.

5º "Não é fácil proceguir apagando da memória, aquilo que fez parte da nossa história" - Demi lovato, porém é preciso. no meu caso, quando eu estorei, e realmente tive que tomar remédios e passar por psicólogos e psiquiatras eu passei a usar os 3 F's da vida. FOCO,  FÉ e FORÇA . Mas vocês podem seguir outros caminhos, como preferirem.

Bem , eu concluo dizendo, embora não seja fácil, quando chegando no nosso "Já não aguento mais" é quando temos que ser mais fortes, é quando temos que levantar a cabeça, nos equilibrar emocionalmente e simplesmente deixar um pouco de lado tudo aquilo que deixa cicatrizes. Não se pode consertar um coração partido seja lá o motivo que levou a isso, mas se pode seguir pegando pedacinhos por pedacinhos e ir construindo um novo.

Eu espero que tenham gostado da postagem *-* Se der comentem ><
                                                                                                             ~Beijinhos Ari~

10 de março de 2013

Tímida, eu?

482779_501869609850754_518486468_n_large
apenas inveja do cabelo dessa guria
Antes de vocês me xingarem por não ter aparecido por tantos dias, eu tenho uma explicação: o pouco tempo que eu estou ficando na internet, eu estava dedicando ao meu fã-clube e tal, mas hoje, resolvi tomar vergonha na cara e postar aqui. Hoje eu vim falar da timidez e como lidar com ela. Bem, primeiro que timidez não é um problema e não prevejo que um dia será (apenas quando acontece coisas ruins em consequência da timidez, falarei disso um pouco mais abaixo), tímidas tem seu charme, se é que eu posso dizer assim. Existe timidez pra tudo, timidez com garotos, timidez de formar novos amigos, timidez de falar na frente de muita gente, timidez de sei lá, tirar foto... Mas sabe, timidez não é algo que não pode ser resolvido, é bem fácil, no meu ponto de vista. Acho que todo mundo já ouviu a frase enfrente seus medos, certo? Não? Ouviram agora, haha. Bem, acho que isso nos faz perder um pouco da timidez (perder tudo não, já disse que toda tímida tem seu charme, então não vamos perder esse dom que ganhamos, hein?), eu, quando entrei no colégio novo, amava participar das aulas, mas me dava um frio na barriga na hora de falar lá na frente... Hoje estou nesta escola faz 6 anos e melhorei muito. Timidez pra mim é ficar nervosa na hora de fazer algo que você talvez não esteja muito acostumada, mas que com prática, fica divertido e muito fácil de se fazer. Mas existem pessoas que chegam num ponto absurdamente tímido: não querer sair para lugares com medo do que as pessoas irão achar dela. Isso sim, é perigoso. Imagine não viver milhares de emoções por um só problema (que é pequeno, cá entre nós) chamado timidez? Esse texto é pra você, tímida, para nunca parar de sorrir achando que podem achar estranho ou feio, você é linda do jeito que é, e timidez nenhuma mudará isso!
Beijos, Amanda. Mas antes de ir, quero saber a opinião de vocês: o que é timidez, na sua visão? (:

24 de fevereiro de 2013

Hora de seguir em frente!

 Hey amorzinhos, faz tempo que eu não posto aqui né? Me desculpem =/ 
Bem, por mais que doa, as vezes precisamos tomar certas atitudes, para que coisas novam possam ter espaço em nossa vida, seguir em frente é uma delas... 



 É, chegou a hora.
Chegou a hora de passar sobre todas as lembranças e simplesmente seguir em busca do meu final feliz.
Você era meu princípe e eu nada à você, aquelas palavras, bem, que valor elas tiveram?. A cada coisa que me lembram você, parte do meu coração é quebrado junto.
Será que era tão difícil de enxergar que eu não sou como o resto? que eu me preocupo com cada coisa a seu respeito? Será que é difícil de você ver, que poderia ser diferente?
Bem, eu dei o sei tempo, e não precisei da sua resposta, eu já entendi que não, que o meu futuro não vai ser ao seu lado, porquê você é incapaz de gostar de alguém além de você. Por medo, insegurança, bem, eu não sei, porém incapaz.
Eu queria poder te mostrar que eu não estou aqui para lhe fazer mal, mas eu não sei como, eu já nem tenho mais forças para correr atrás disso.
Eu só quero dizer que o final chegou, chega de correr atrás, de sofrer, de tentar fazer com que você seja só meu, eu não vou conseguir, e para que eu não sofra ainda mais, Acabou. o Fim está aqui.  



                                          Espero que tenham gostado do texto, quero comentários em u-u 
                                                                          ~Beijinhos. Ari ~